Cote
aqui o seu
Seguro Viagem!

Cote aqui o seu Seguro Viagem!

Cote em 30 segundos e compare as melhores opções:

Vamos para onde?

Solicitar

Entenda o Mercado de Câmbio

O mercado de câmbio brasileiro abrange as operações de compra e venda de moeda estrangeira, assim como as transações com ouro-instrumento cambial, realizadas por instituições autorizadas pelo Banco Central do Brasil.

A título de exposição, vale salientar que estão incluídas no mercado de câmbio do Brasil as operações relativas aos recebimentos, pagamentos e transferências do e para o exterior mediante a utilização de cartões de crédito e de débito de alcance internacional, além das transações referentes às remessas financeiras postais internacionais, o que abrange os vales postais e reembolsos postais de cunho internacional. E será que cartão pré-pago internacional é uma boa opção?

Formação do câmbio

No mercado de câmbio, a moeda estrangeira funciona como um produto e, dessa forma, está sujeita às leis da oferta e da demanda. A taxa cambial é definida como a relação de valor entre duas moedas, ou seja, corresponde ao preço da moeda de um determinado país em relação ao ativo de outro.

A política praticada no mercado cambial brasileiro é a da taxa livre ou flutuante. Sob esse regime, o câmbio não está, em tese, limitado a qualquer regulamentação oficial. Entretanto, afirmar que o nosso mercado é livre soa ingênuo, já que há constantes intervenções do Banco Central de forma a conter e regular as forças de mercado para assegurar que as políticas cambial e monetária estejam compatíveis com as condições da economia desejáveis para o governo.

Intervenções

A autoridade monetária (Banco Central) intervém na economia, basicamente, em duas situações:

  •  se há uma desvalorização da taxa de câmbio, alcançando um patamar muito abaixo do nível desejável pelo governo, o que sinaliza que a oferta de moeda estrangeira é superior à demanda, o Banco Central age mediante a compra do excesso de divisas. Por conseguinte, ocorre a gradual elevação do câmbio com a valorização do dólar;
  •  por outro lado, se ocorrer uma valorização cambial, ficando o câmbio acima das expectativas oficiais, o que indica que o estoque de moeda estrangeira é inferior à procura, o Banco Central brasileiro lança mão das suas reservas internacionais e vende dólares no mercado, o que provoca a desvalorização da moeda estrangeira.

Passos básicos das operações

Quando a autoridade monetária decide realizar a compra ou vende de moeda no mercado à vista ou spot, os passos são os seguintes:

#PARTIU FÉRIAS? NÃO ESQUEÇA DO SEGURO VIAGEM

Qual é o seu destino de viagem?

Solicitar
  • acionamento dos dealers e notificação da ocorrência do leilão informal de câmbio e fixação do lote mínimo, que geralmente gira em torno de 500 mil dólares;
  • no segundo contato, o Banco Central informa se o leilão será de compra ou de venda de moeda e fixa as taxas que serão praticadas. Nesse momento, os dealers precisam apresentar a quantidade as quais estão dispostos a realizar as operações, conforme as taxas determinadas;
  • Por fim, o Banco Central recebe as propostas e divulga os resultados do leilão. A autoridade monetária tem interesse que estas transações tenham caráter cotidiano e, assim, os dealers são punidos em caso de vazamento de informações.

Para mais informações, a sugestão é o livro “Mercado Financeiro: produtos e serviços”, de Eduardo Fontana. Editora QualityMark.

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.