Cote
aqui o seu
Seguro Viagem!

Cote aqui o seu Seguro Viagem!

Cote em 30 segundos e compare as melhores opções:

Vamos para onde?

Solicitar

Quer carona? Encontre agora nas redes sociais

Conheça os grupos para compartilhamento de carona através das redes sociais, a atualização virtual da velha versão do mochileiro na beira da estrada.

Para quem quer economizar, viajar com conforto e em relativa segurança, os grupos de carona estão oferecendo uma nova opção. A viagem é de carro, para um destino compartilhado, que muitas vezes está fora das rotas dos ônibus e as despesas são bem menores do que viajar sozinho no próprio veículo.

Quer carona? Encontre agora nas redes sociais

Imagem: Curta Mais

Pedir carona na estrada, fazendo sinal com o polegar, está ultrapassado. Atualmente a carona que se precisa está nas redes sociais, como o Facebook. É só digitar o destino que se procura e pedir permissão para participar do grupo de interessados em oferecer e pedir carona para esse mesmo destino. Um ou mais administradores do grupo examinam o seu perfil e aceitam ou não que você participe do grupo. Tudo funciona na base de confiança, os contatos são feitos por mensagens, se as datas de viagem estiverem dentro do interesse comum de motoristas e “caroneiros”.

O valor da carona é combinado previamente entre quem oferece a carona e quem quer pegar a carona. Por ser mais em conta do que a viagem individual de carro e mais flexível e confortável do que a viagem de ônibus, a carona vem servindo de alternativa a ambos, carro próprio e ônibus.

Os grupos são fechados, mas não é difícil participar. As cidades que abrigam universidades têm centenas de participantes em um grupo, como São Paulo, Uberlândia, São Carlos, Maringá, Brasília, Rio de Janeiro, etc. Há muita oferta, com também muita demanda. O mais difícil é encontrar alguém que viaje exatamente para o destino que você procura, no dia e horário em que você quer viajar, mas isso acaba sendo resolvido.

Pegar carona para viajar é uma forma de economizar dinheiro com transporte. 

#PARTIU FÉRIAS? NÃO ESQUEÇA DO SEGURO VIAGEM

Qual é o seu destino de viagem?

Solicitar

Do ponto de vista jurídico

Quer carona? Encontre agora nas redes sociais

Imagem: Jornal O Informante

Ainda não há um consenso entre opiniões sobre a legalidade das caronas remuneradas. Para  muitos especialistas, do ponto de vista jurídico, a carona remunerada, dos grupos de carona, funciona ilegalmente. Isso porque existe a proibição, no Código Brasileiro de Trânsito, de executar transporte de pessoas sem ser licenciado para essa finalidade. Essa determinação está no artigo 231, que diz, no seu parágrafo VIII, que constitui uma infração o transporte remunerado de pessoas ou bem, sem ser licenciado, sem permissão da autoridade competente. A infração é de gravidade média, com penalidade de multa e retenção do veículo.

No entanto, para os “caroneiros”, o que se paga ao dono do veículo é para o compartilhamento das despesas, com combustível, pedágios e eventual depreciação do veículo. Muitas vezes existem amigos em comum na rede social e o contato tem mais a feição de camaradagem do que prestação de serviço. O valor, por exemplo, varia entre os que oferecem a viagem e é combinado antes, através de mensagem privada. Fica implícito, entre os participantes, que a carona ajuda quem está viajando, reduzindo as despesas para o dono do carro e facilitando a vida do “caroneiro”.

O Código Civil, no artigo 736, estabelece que o transporte feito por amizade ou cortesia não está subordinado às normas do contrato para transporte remunerado. Mas destaca que, se o transportador obtiver vantagens indiretas, o transporte deixa de ser gratuito, e passa a ser prestação de serviço.

Quer carona? Encontre agora nas redes sociais

Imagem: Dez Comunicando Etc e Tal

A carona é um acordo informal em que fica complicado afirmar se há ou não uma infração ao Código de Trânsito, porque o pagamento apenas das despesas da viagem não configura lucro ou vantagem, mas apenas um compartilhamento que favorece a ambos os lados. Por outro lado, se a carona fosse gratuita haveria desvantagem para o transportador, que arcaria com todas as despesas, podendo se sentir prejudicado.

A carona segura é uma forma de viajar de graça ou mais barato.

Parece que o rateio de despesas é bem diferente de um contrato de transporte. Os participantes estão em um contato de partilha ou solidariedade com relação aos gastos de combustível e pedágios. Em uma rede social, a ampliação das amizades, a maneira como as pessoas estão conectadas, criam novas formas de relações que precisam ser avaliadas de maneira diferente pela legislação. A carona remunerada seria um transporte solidário sem intuito de lucro. Resta saber o que ocorre na hipótese de um imprevisto, como um acidente, por exemplo. O condutor teria responsabilidade civil para dano que o passageiro sofra? Ou o condutor está livre de responsabilidade no caso de um dano que aconteça por sua culpa?

Quer carona? Encontre agora nas redes sociais

Imagem: Economia IG

As caronas compartilhadas, criadas pela tecnologia da informação, na internet, vão obrigar o judiciário e o legislativo a pensar a maneira de adaptar a legislação, levando em conta o interesse coletivo e também as pressões que serão exercidas por taxistas e empresas de transporte. A lei vai precisar tratar das implicações das caronas remuneradas compartilhadas, na esfera penal. Com certeza vai ser uma tarefa difícil chegar a um consenso que agrade a todos que se sentem impactados.

Porque os grupos de carona fazem sucesso

Quer carona? Encontre agora nas redes sociais

Imagem: Civi Club

Os grupos de carona são um negócio “win-win”, isto é, bom para todos. Além de favorecer novas amizades e contatos, possibilitar uma viagem mais rápida e confortável do que de ônibus, traz uma vantagem ecológica, porque diminui o número de carros na estrada. Um cuidado, no entanto, deve ser tomado. O “caroneiro” precisa examinar o perfil de quem oferece a carona, na sua página do Facebook.

Grupos de carona no Facebook

Atualmente são mais de 3 mil grupos de carona no Facebook, reunindo mais de 2 milhões de pessoas. Esses grupos na rede social são um sério concorrente para os apps de carona no Brasil. São eles a principal forma de unir pessoas interessadas em se locomover para o mesmo destino.

Principalmente entre os jovens e estudantes, os grupos fazem sucesso pelas vantagens no custo-benefício. Para se sentirem seguras quanto à viagem, é possível buscar as informações pessoais necessárias, entre as redes de amigos no perfil de quem oferece a carona ou ler os comentários que existem no grupo sobre a pessoa.

Os administradores dos grupos de carona têm o trabalho de expulsar do grupo aqueles que foram denunciados pelos participantes ou excluir as publicações que fogem ao objetivo do grupo. Alguns se especializaram nisso, apesar de não ser um trabalho remunerado. É o caso de Patrick, que administra 87 grupos de carona no Facebook. Seu trabalho se limita a apagar publicidades postadas, duas vezes por mês. Ele afirma que faz o trabalho porque gosta de ajudar pessoas e nesse caso ele ajuda 127 mil participantes.

Dicas de segurança para caroneiros

  1. Se possível, faça a viagem durante o dia
  2. Avise sua família ou seus amigos sobre a carona, informe local, data e horário da viagem, bem como o nome da pessoa que oferece a carona
  3. Se puder, viaje com mais um ou dois conhecidos
  4. Se você é mulher, dê preferência para uma motorista mulher
  5. Não fale sobre detalhes de sua vida pessoal durante a viagem
  6. Dê preferência para encontrar o caroneiro ou o motorista em um local público

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.