Cote
aqui o seu
Seguro Viagem!

Cote aqui o seu Seguro Viagem!

Cote em 30 segundos e compare as melhores opções:

Vamos para onde?

Solicitar

O charme europeu de Buenos Aires

Buenos Aires é um dos destinos mais procurados pelos brasileiros.  Talvez pela proximidade dos dois países ou pelo câmbio favorável, ou talvez, pelo tango, a deliciosa gastronomia ou pela beleza da arquitetura com ar europeu. Fato é que os brasileiros mesmo sendo rivais ferrenhos dos “porteños” no futebol adoram a capital argentina. Não é difícil entender o porquê.

Buenos Aires é uma cidade sedutora repleta de suntuosos palácios e modernos edifícios. Localizada na margem ocidental do Rio da Prata, junto à embocadura do Riachuelo. O rio faz parte da alma do portenho e suas margens são ocupadas por grandes parques, que convidam para longos e agradáveis passeios. O mais famoso e maior da cidade são os Bosques de Palermo com belos monumentos e cerca de 300 hectares de área verde.

As calçadas planas e a proximidade entre os principais bairros convidam os turistas a conhecer a cidade a pé.

Em Buenos Aires, o antigo e o moderno se misturam. Apesar do dinamismo e da estrutura moderna, as velhas tradições estão conservadas. O centro é parada obrigatória, pois concentra as principais atrações turísticas. Na parte central estão localizados os bairros típicos, como San Telmo, La Boca, Recoleta e Palermo, museus, livrarias, parques, o Teatro Colón, bares, restaurantes, as famosas confeitarias com sua arquitetura art nouveau e a disputada Calle Florida (onde fica o belíssimo shopping Galerias Pacífico, o maior centro comercial, com lojas de roupas, livrarias e confeitarias) e o Obelisco.

Comece pela Plaza de Mayo. Foi nesta praça que de Buenos Aires foi fundada em 1580. No meio da praça está a Pirâmide de Mayo, construída em homenagem à formação do primeiro governo nacional em 25 de maio de 1810. É nesta praça que as Mães de Maio se reúnem todas as quintas-feiras em protesto silencioso contra o desaparecimento de seus filhos durante a ditadura Argentina. Na Plaza de Mayo estão concentradas muitas das construções importantes de Buenos Aires: O Cabildo, a Catedral Metropolitana e a Casa Rosada.

O Cabildo foi a sede do primeiro governo colonial e data de 1751. Hoje é um museu histórico. A Catedral Metropolitana foi construída no início do século XVII em estilo neoclássico e abriga os restos mortais do libertador General San Martin. A Casa Rosada, uma das mais belas construções de Buenos Aires é a sede da Presidência da República.Cabildo de Buenos Aires

#PARTIU FÉRIAS? NÃO ESQUEÇA DO SEGURO VIAGEM

Qual é o seu destino de viagem?

Solicitar

O bairro da Recoleta é perto de tudo, além de charmoso, elegante, tranquilo, arborizado e cheio de cafés.  Lembra uma parte de Paris por causa do jeito europeu. Na fundação de Buenos Aires, os padres franciscanos construíram ali um convento. Bairro tem inúmeros cafés com mesas nas calçadas, antiquários e muito agito. Ainda na Recoleta, La Boca merece ser conhecido. Foi o bairro que abrigou os imigrantes genoveses que preferiram ficar perto do porto. Tem casas de cores vivas, casas de chapa e madeira que fazem do bairro de La Boca um dos lugares mais fotografados de Buenos Aires – e da Argentina. Sua principal atração é Caminito, que inspirou o tango que imortalizou Carlos Gardel. Pode ser percorrida em poucos minutos, viste o Calle Museo Caminito, o primeiro ‘Museo Peatonal’ (para pedestres) do mundo, criado em 1959. Aproveite o passeio para visitar três museus importantes das redondezas: o Museo de Bellas Artes de la Boca Quinquela Martín, a Fundación Proa e o Museu de Cera. Lá também está o Estádio da Bombonera (sede do Boca Juniors), o Cemitério da Recoleta onde estão enterradas as maiores personalidades da Argentina, como Evita Perón.

Uma vez em Buenos Aires, não deixe de frequentar bons restaurantes, ir a algum show de tango e aproveitar o máximo que puder. Com mais de 70 milhões de cabeças de gado alimentado pelo pasto natural dos pampas, a Argentina tem a melhor carne do mundo.

Na maioria dos restaurantes que servem parrilladas, as carnes são colocadas sobre pequenos fornos a carvão na mesa dos clientes. Outro prato típicos e o Bife de chorizo, um pedaço grande de contrafilé, alto, macio, suculento, quase sempre servido com papas (as batatas fritas). Além das carnes há também deliciosos pratos à base de frutos do mar na avenida de Mayo e arredores. Todas estas delícias pedem um bom vinho argentino. Ah, e o Alfajor! O famoso doce argentino, recheado com o também famoso doce de leite, é uma ótima opção. Em mercados, o tradicional Jorgito pode ser uma boa pedida, mas para quem quer mesmo uma opção mais saborosa, fuja dos industrializados e prefira os artesanais. Embora os doces Havanna sejam os mais famosos e fáceis de achar (são diversas lojas espalhadas pela capital) o melhor mesmo é buscar os deliciosos alfajores Abuela Goye, feitos artesanalmente na Patagônia.

Para o brasileiro que vai a Buenos Aires não se exige nenhum certificado de vacinação para entrar no país. O país conta com um sistema de saúde público, planos de saúde privados e com o sistema de obras sociais, que são planos patrocinados por sindicatos de trabalhadores e empregados. O governo brasileiro mantém com os governos dos países do Mercosul um acordo que permite aos cidadãos brasileiros o direito de usar o sistema de saúde público em viagens. Mas para o turista ficar ainda mais tranquilo e aproveitar tudo que Buenos Aires oferece é aconselhável ter um plano de assistência médica para viagens.

Artigos relacionados:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.