Saiba aqui se você tem direito a cidadania estrangeira

Confira aqui se você tem direito a passaporte francês, americano, espanhol ou italiano.

São muitos os motivos que levam os brasileiros a se naturalizar estrangeiros. A regra para que isso aconteça varia de país para país e na maior parte dos casos para conseguir ser considerado cidadão estrangeiro, é preciso abrir mão da sua própria nacionalidade.

Para se manter cidadão brasileiro não é em todos os casos, pois isso acontece apenas em casos específicos. Um exemplo é quando a aquisição dessa outra nacionalidade acontecer devido a consanguinidade, por ascendência, ou seja, por grau de parentesco com os pais e avós ou então por imposição do governo quando uma pessoa exerce os direitos civis e também por condição para permanecer nesse território.

SIMULE SEU SEGURO VIAGEM COM 10 SEGURADORAS

Qual é o seu destino de viagem?

Solicitar

São tantos os brasileiros que buscam a naturalidade em países diferentes que nem mesmo o Ministério de Relações Exteriores possui qualquer estimativa. O ato de se naturalizar é voluntário, de acordo com o Itamaraty, porém em alguns países como a Alemanha e a Itália para se tornar cidadão desses países é preciso ter laços de sangue.

Isso significa que se a sua família vier de um desses países, então você tem direito a dupla cidadania. Outros países exigem a permanência no país por alguns anos antes de solicitar se naturalizar por lá. É importante saber que cada país possui a sua própria legislação sobre esse assunto e os documentos necessários para se naturalizar, além dos custos e o tempo que cada cidadão terá que esperar.

Saiba aqui se você tem direito a cidadania estrangeira

Imagem: Dollar

Direito a cidadania estrangeira

– Itália

Quem tem direito:

  • Descendentes de italianos pela linha materna, nascidos após 1948 no Brasil
  • Descendentes de italianos pela linha paterna
  • Filhos nascidos de união não matrimonial (companheiros)
  • Mulheres casadas com homens italianos

Documentos necessários:

  • Certidão de casamento dos descendentes
  • Certidão de nascimento
  • Certidão de Naturalização (só para italianos)

Saiba que a lei italiana permite que a pessoa tenha um visto de moradia, mas é preciso estar lá ao menos três meses e os requerentes precisam entrar com pedido no Consulado Italiano. O tempo pode ser de três meses a um ano na Itália e no Brasil de um ano a cinco. Caso queira o processo pela Itália, você desembolsará cerca de R$ 9.000,00 que inclui a passagem, hospedagem e a assessoria profissional, porém pelo Brasil o valor é de R$ 2.000,00 que cobre a assessoria profissional.

– Estados Unidos

Quem tem direito:

  • Residente permanente nos EUA por três anos
  • Participante dos serviços armados dos EUA
  • Filhos de cidadãos norte-americanos
  • Cônjuge de um cidadão americano

Documentos necessários:

  • Passaporte dos pais
  • Certidão de nascimento
  • Histórico criminal

– Passaporte espanhol

Quem tem direito:

  • Brasileiros residentes na Espanha, desde que resida há dois anos
  • Filhos de espanhol por origem (filhos de brasileiros que nasceram na Espanha, desde que não sejam registrados no consulado como brasileiros)
  • Neto de espanhol
  • Bisnetos menores de 18 anos
  • Casados com espanhol, após morar por 1 ano legalmente na Espanha
  • Brasileiro que morarem por dez anos, de forma legal e ininterrupta, na Espanha

Documentos necessários:

  • Certidão de nascimento ou de casamento dos pais
  • Certidão de nascimento do interessado
  • Passaporte espanhol do pai ou da mãe
  • Folha declaratória de dados assinada pela mãe ou pai espanhol
  • Carteira de identidade para estrangeiros do pai ou da mãe, no caso de residirem no Brasil

– França

Quem tem direito:

  • Filhos de franceses
  • Casados com cidadãos franceses
  • Portadores de laços familiares desde que não excedam 50 anos de vínculo sanguíneo
  • Filhos de estrangeiros nascidos e moradores na França por pelo menos 5 anos entre 11 anos e a 18
  • Estrangeiros que residiram ao menos cinco anos na França

Documentos necessários:

  • Certidão de nascimento
  • Comprovantes de endereço
  • Certidão de casamento
  • Dossiê comprovando vínculo com a França
  • Comprovantes de trabalho e de cursos
  • Prova de que fala e escreve bem o francês

Se ficou alguma dúvida, entra em contato conosco. O retorno é rápido e temos muito prazer em poder ajudá-lo.

Artigos relacionados:

3 Comentários

Thayane

Olá,

Sou neta de francês, para conseguir a dupla cidadania precisa fala o francês?

Obrigada

Comentar
Sanaira Silveira

Bom dia Thayane,

Obrigada por comentar no seguroviagem.org,
Caso você tenha interesse em fazer uma cotação de seguro, entre em nosso site e preencha o formulário para que um de nossos corretores entre em contato com você.

Abraço

Comentar
Jean Philippe Asquini

Bom dia

Sou filho de frances vou dar entrada com meu processo.

Sei falar frances, porém não quais documentos juntar sobre o dossie comprovando vinculo com a frança.

Obrigado

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.