Visite Milão, uma das capitais mundiais da arte, cultura e alta moda

Milão é uma das cidades mais badaladas da Itália e uma das mais ricas da Europa. Abriga muitas atrações históricas e artísticas, incluindo a maior Catedral Gótica do mundo, o duomo de Milão. No seu centro está a Ópera La Scala, famosa em todo o mundo e nas proximidades fica a igreja onde Da Vinci pintou a Última Ceia.

Os turistas que viajam a Milão encontram uma cidade de ritmo apressado, sem perder o seu charme, com um cenário cultural movimentado e um grande centro de compras.

Localização de Milão

Milão está no noroeste da Itália, na região da Lombardia, há apenas 50 km dos Alpes, próxima aos lagos de Como e o Maggiore. Seguindo para Roma você pode tomar o trem rápido e a viagem é de 3 horas. Veneza também fica há apenas 3 horas de distância. O aeroporto internacional da cidade é o Malpensa. O transporte público da cidade é muito bom, incluindo ônibus e metrô.

COTE SEU SEGURO VIAGEM COM 10 OPERADORAS

Qual é o seu destino de viagem?

Solicitar

Clima, gastronomia e vida noturna

O verão na cidade pode ser bem quente e úmido, os invernos são mais frios do que no restante da Itália, mas não exageradamente severos.

Os pratos típicos milaneses são o risoto a milanesa e a bisteca a milanesa, bem ao gosto de italianos e brasileiros, servidos em “tratorias” típicas. Também existem restaurantes servindo a moderna cozinha italiana.

Se você prefere se hospedar perto do La Scala, do duomo e da região das compras, os hotéis ali são luxuosos e os preços realmente salgados. Mas há outras opções, pois Milão é uma cidade grande e o metrô conecta o turista ao centro.

A vida noturna em Milão é agitada por vários bares populares, cinemas e eventos culturais, como ópera, balé, concertos e teatros. Os hotéis fornecem informações sobre as apresentações da temporada, que se inicia em outubro.

Compras em Milão:

Galleria_Vittorio

 

Para os que adoram as compras, Milão é um paraíso, onde se encontram facilmente as melhores marcas em roupas, sapatos e acessórios. Artigos de alta qualidade estão na Galleria Vittorio Emanuele II.

Muitos visitam Milão para compram os seus famosos sapatos ou ternos, em ruas próximas à Opera ao Duomo ou no Quadrilátero de Ouro. Muitas lojas ficam abertas também aos domingos, principalmente na Av. Buenos Aires e na Via Dante.

Mesmo que você não pretenda fazer suas compras nas luxuosas lojas da Galleria Vittorio Emanuele II, esse é um ponto turístico de visita obrigatória. Ali estão não apenas lojas, mas bares e restaurantes. O enorme teto envidraçado e colorido foi construído em 1867 e liga as praças do Duomo e da La Scala. Seus mosaicos contêm os símbolos das diversas cidades da Itália, representando a união da república italiana.

 

O Duomo de Milão

Duomo di Milano

http://goitaly.about.com/

 

A maior catedral Gótica do mundo e a Terceira maior igreja da Europa foi construída durante 500 anos, a partir de 1386, o que é um fato notável na história mundial. Sua fachada em mármore é magnífica e o telhado possui 135 agulhas e 3200 estátuas.

No seu interior está um crucifixo que, acredita-se, contém um fragmento da cruz de Cristo.

A praça em frente é um dos locais mais frequentados de Milão. Se você está em forma suba as escadas para chegar ao topo da igreja e observar uma das mais belas vistas da cidade. Ou tome o elevador!

A Ópera LA Scala

A importante e famosa Ópera de Milão acomoda mais de 2000 pessoas sentadas. Foi construída em 1778 e tem um interior luxuosamente decorado.

O Scala passou a ser, a partir de 1812 o centro do melodrama italiano, quando ali se apresentava Rossini e posteriormente Donizetti e Bellini. Em 1839 o teatro inaugurou o ciclo de obras de Verdi. O Brasil ali foi representado com a apresentação de O Guarani, do compositor Antonio Carlos Gomes, que foi ovacionado pelo público. No século XX ali se consagraram Strauss, Stravinski, Debussy, Busoni, Pizzetti. Infelizmente o Scala foi bombardeado na Segunda Grande Guerra, sendo reaberto em 1946 sob a regência de Toscanini e posteriormente de Herbert Von Karajan. A grande estrela do teatro foi a intérprete Maria Calas.

Castelo Sforzesco

Originalmente construído no séc. 15, sob o poder dos Visconti, foi destruído e reconstruído pelos Sforzas. Foi um dos museus mais importantes do séc. 19 e uma das principais atrações de Milão. Para visitá-lo, caminhe pela Via Dante, uma elegante rua de pedestres, que leva até o castelo.

A Igreja Santa Maria das Graças e a Última Ceia

 

Maria_milaoA igreja Santa Maria das Graças é o templo do convento Dominicano, incluído na lista do Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

A igreja abriga o mural A Última Ceia, de Leonardo da Vinci, no local que era o refeitório do convento. Lamentavelmente o edifício foi danificado por bombardeios em 1943, mas a pintura sobreviveu, apesar de mostrar algumas imperfeições que se instalaram com o tempo. A Igreja é um edifício amplo e iluminado, que encanta os visitantes, considerada um exemplo da arquitetura renascentista em Milão.

Viajando para a Itália não deixe de fazer seu seguro viagem, que se tornou obrigatório para os visitantes brasileiros com o Tratado de Schengen. Viaje tranquilo com a cobertura de seu seguro, que garante contra qualquer imprevisto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.