Dicas infalíveis para você passar na imigração

Quando você pensa que está tudo certo, vem a imigração. Conheça algumas super dicas para passar pela imigração.

Dicas infalíveis para você passar na imigração

Fonte: viajepelomundo10.com

Você já está com as passagens compradas, roteiro de passeios pronto e a reserva feita no hotel, então não falta mais nada, correto? Saiba que não, pois todo o cuidado é pouco em se tratando de uma viagem para o exterior, afinal ainda você terá que passar pela imigração.

COTE SEU SEGURO VIAGEM COM 10 OPERADORAS

Qual é o seu destino de viagem?

Solicitar

Confira aqui dicas infalíveis para passar pela imigração, onde você conhecerá as maneiras para adequar o seu comportamento à circunstâncias que você se encontra. E mais! Veja como proceder no caso de você ser barrado e quais são os seus direitos e quem deve recorrer nessas horas.

Dicas fundamentais para passar pela imigração

Nada como ter um suporte na hora em que for passar pela imigração e se você for preparado, melhor ainda. Conheça algumas dicas que vão te ajudar quando você descer do avião.

  1. Se você pegou um voo com conexão, se certifique de todas as documentações que são exigidas nos países onde você terá que pegar outros voos. Do contrário você correrá o risco de ficar preso numa sala até o embarque ou então eles nem sequer vão permitir que você desembarque no aeroporto, correndo o risco de perder os voos e nem ser reembolsado;
  2. É preciso que o passaporte tenha, no mínimo, seis meses de validade a contar da data de embarque;
  3. Enquanto estiver na fila da imigração, desligue o seu celular ou deixe em “mudo” e não o use enquanto estiver na entrevista;
  4. Existem países, como a Tailândia, Austrália e África do Sul que exigem que todos os brasileiros tenham o Certificado Internacional de Vacinação ou então a profilaxia contra a temida febre amarela, esta deve ser tomada com dez dias antes da viagem. Antes do dia da viagem, consulte no Sistema de Informações sobre Portos, Aeroportos e Fronteiras, Sispafra, da Anvisa, se o país para onde você vai faz tal exigência.
  5. Caso você não tenha filhos pequenos e não compartilhar documentos, como seguro viagem, passagens e voucher do hotel, vá sozinho ao balcão de atendimento;
  6. Evite usar roupas decotadas demais, o ideal é se vestir discretamente;
  7. Enquanto esperar para ser atendido pela imigração, tente não fazer barulho;
  8. Tente não rir, pois isso só vai trair o seu nervosismo;
  9. Não masque chiclete ou chupe uma bala, muito menos coma alguma coisa enquanto conversa com o agente.

Caso haja alguma emergência

Se você não conseguir se comunicar com o agente, solicite a presença de um intérprete, pois não são todos os lugares que dispõe de agentes que falem e entendam bem o português.

No caso de ser barrado, solicite falar com o representante do Consulado do Brasil ou com o Núcleo de Assistência aos Brasileiros. Enquanto você estiver sob a guarda da imigração, saiba que você tem todo o direito de beber água, se alimentar, usar de meios de comunicação e ter acesso ao banheiro.

Sem contar que você não poderá ficar retido no aeroporto mais de 48 horas e nem mesmo poderão ficar com os seus documentos assim que for liberado ou mesmo no embarque de regresso ao Brasil. Lembre-se de que se você tiver que retornar ao Brasil, é você o único responsável em encarar o prejuízo financeiro.

Não adianta querer solicitar um reembolso para a companhia aérea ou mesmo à operadora que lhe vendeu o pacote, pois a responsabilidade de apresentar os documentos e todas as garantias para entrar no país é toda sua. Parte do dinheiro pode ser recuperado com o cancelamento da reserva em hotéis e da compra de passeios, por exemplo, mas não existe garantia para isso e você terá que contar apenas com seu agente de viagem.

É importante saber que o seu passaporte não será marcado, pois você não entrou no país, em tese. Porém o sistema de imigração vai ter um registro sobre a razão da sua rejeição. Uma dica muito importante é ir até à embaixada do país no Brasil, antes de viajar novamente, para provar através de documentos, que você está viajando a turismo apenas.

Lembre-se: para ter uma entrevista mais tranquila, leia sempre sobre o país que você vai visitar. É importante saber que o agente vai lhe perguntar o que você quer conhecer e quais são os seus reais interesses nesse país. Se você fizer uma breve pesquisa sobre o destino e as atrações mais importantes que ele oferece, você terá argumentos a mais para conseguir convencer o agente sobre suas intenções.

– Artigos relacionados: