Cote
aqui o seu
Seguro Viagem!

Cote aqui o seu Seguro Viagem!

Cote em 30 segundos e compare as melhores opções:

Vamos para onde?

Solicitar

Voos internacionais conta com nova fiscalização em 2015

Nova fiscalização para voos internacionais em 2015 faz a alfândega ser mais rígida. Sabia mais!

Voos internacionais conta com nova fiscalização em 2015

Fonte: www.oficinadeinverno.com.br

Para complicar um pouco mais para os turistas brasileiros, a alfândega está mais rígida, colocando mais câmeras o aeroportos. Essa informação foi divulgada pela Receita Federal, que informou as possíveis medidas novas para a fiscalização de voos internacionais. Essa nova fiscalização promete ser mais casca grossa do que a anterior, ao menos a tributação nos produtos não vai mudar.

O que muda com a nova fiscalização

Antes era assim: a Receita olha para você e decidirá que você quem será o revistado, então se não declarou alguma coisa e ultrapassou a sua cota, será taxado. Agora é assim, novas informações vão ser repassadas para que a fiscalização possa acompanhar melhor a situação, como pesos das malas da ida, dados do voo, câmeras de reconhecimento facial e ela vai comparar as imagens com a foto do portador do passaporte e assim, poder identificar qualquer sonegador ou mesmo suspeito de lavagem de dinheiro.

Sendo assim, o cruzamento de dados sobre um passageiro suspeito, fará com que suas malas e pertences sejam fiscalizados e no caso de um passageiro sem suspeitas, agilizará o desembarque. Portanto, atenção porque agora todos os seus dados de viagens vão estar armazenados e se antes você já tinha que ter muito cuidado, agora com as novas regras você terá que ter atenção redobrada.

Nem tudo muda

Não irá mudar a cota de US$ 500, assim como nem os produtos que são tarifados, além das quantidades. Veja mais:

  • Notebooks, videogames e derivados:1 unidade por viajante.
  • Câmeras filmadoras:2 unidades por viajante.
  • Roupas e sapatos:3 pares de cada tipo/modelo.
  • Câmeras fotográficas e Celulares:1 unidade por viajante não entra na cota.
  • Cosméticos:estes não estão na cota. O máximo é de 10 unidades do mesmo produto por viajante.
  • Relógios:são considerados itens de uso pessoal, o que  é permitido até 3 unidades por viajante.
  • Bebidas:12 litros por viajante (comprados no exterior) e mais 24 garrafas compradas no Duty Free.
  • Lentes, entre outros equipamentos fotográficos: estes entram na cota, mas a não vá exagerar!
  • Enxoval de bebê: se passar da cota pode ser taxados, principalmente se a criança ainda não nasceu ou não está com os pais, pois nesses casos é considerado como itens não para “uso”.
  • Vestido de noiva: mantém a mesma regra e podem ser taxados no caso de passar da cota. Será isento de tributos apenas no caso da viajante comprovar que se casou durante a sua viagem.

É importante lembrar que os itens eletrônicos continuam sendo considerados como de uso pessoal, somente se tiver uma unidade de cada produto. Sendo assim você poderá levar um celular ou uma câmera, por exemplo, do Brasil para a sua viagem no exterior e comprar outro aparelho na sua viagem e que tenha a mesma função, esse segundo item não vai ser considerado como de uso pessoal e correrá o risco de ser tributado no caso de ultrapassar a cota.

#PARTIU FÉRIAS? NÃO ESQUEÇA DO SEGURO VIAGEM

Qual é o seu destino de viagem?

Solicitar

Quer saber mais? Entre em contato conosco!

– Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.