Cote
aqui o seu
Seguro Viagem!

Cote aqui o seu Seguro Viagem!

Cote em 30 segundos e compare as melhores opções:

Vamos para onde?

Solicitar

Hotel, hostel, pousada ou casa de temporada: qual é a melhor opção?

Qual a melhor opção para você escolher de hospedagem entre hotel, hostel, pousada ou casa de temporada? Descubra como cada uma funciona.

Entre o planejamento de uma viagem está o meio de hospedagem, que é o item mais difícil, segundo pesquisas. Isso porque, geralmente, os viajantes querem economizar ao máximo, mas sem abrir mão do conforto. Sem contar que o local precisa acomodar todos os acompanhantes oferecendo cama para a família ou grupo de amigos inteiro.

Mas entre hotel, hostel, pousada ou casa de temporada, qual escolher? Veja aqui o que cada um oferece e como funcionam!

Hotel, hostel, pousada ou casa de temporada: qual é a melhor opção?

Como funciona o hotel, hostel, pousada ou casa de temporada

São muitas as opções para hospedagem e na hora de escolher é preciso considerar alguns itens. Por exemplo, a quantidade de pessoas que viajam junto, a mordomia, o quanto quer investir, entre outros. Como cada alternativa oferece características próprias e estas alteram o valor da diária, consideravelmente, é preciso analisar alguns pontos.

Para te ajudar, separamos o que cada tipo de hospedagem, entre hotel, hostel, pousada ou casa de temporada oferece. Veja:

#PARTIU FÉRIAS? NÃO ESQUEÇA DO SEGURO VIAGEM

Qual é o seu destino de viagem?

Solicitar
  1. Pousada

São charmosas por si só e costumam oferecer serviços de alimentação, alojamento e recepção. Existem as que são instaladas em um único prédio, mas também as que oferecem chalés, pequenas casas e bangalôs. Os viajantes podem optar por acomodações com 1 a 5 estrelas, assim como em hotéis, conforme o orçamento da viagem.

Anote nossas dicas para guardar dinheiro e realizar a viagem dos sonhos!

  1. Hotel

É o tipo de hospedagem mais comum, onde o mais antigo foi fundado no ano 705, conforme o Guinness Book. Eles podem oferecer serviços que vão desde o básico ao cinco estrelas. Eles incluem: piscinas, academia, serviço de quarto, garagem, restaurantes, café da manhã, internet, banheiro privativo, entre outros.

Os hotéis são classificados por estrelas, que vai de 1 a 5, variando entre os serviços e comodidades ofertados. É claro que quanto mais “estrelas”, mais caro fica a diária, então, fique atento!

  1. Hostel (albergue)

É um tipo de acomodação que vem crescendo nas últimas décadas, com um conceito parecido com os hotéis. O diferencial é que os quartos costumam ser compartilhados, mas com diárias bem mais em conta. Existem algumas opções que oferecem quartos duplos e até com suítes para casais.

É ideal para quem viaja sozinho ou com um amigo, mas eles também recebem famílias. Assim como ocorre nos hotéis, os hostels dispõem de atividades extras e alguns serviços.

Inicialmente os hostels recebiam mochileiros, jovens e até pessoas que viajam à trabalho. Mas atualmente, esse é um cenário que está mudando, já que é possível encontrar pessoas de todas as idades.

  1. Casa de temporada

Se você vai viajar com a família ou amigos, a casa de temporada é uma boa opção. As vantagens são que não é preciso cumprir horários e regras como as de hotéis. Sem contar que é mais confortável, onde você poderá se sentir em casa. Algumas opções ainda oferecem piscina, churrasqueira, mais de um quarto e banheiro, videogames, DVDs, entre outras coisas.

Além disso, você terá mais liberdade para fazer seus horários e pode até levar o seu animal de estimação. Fora a privacidade com seus pertences e a economia, quando viaja em mais de uma família ou grupo de amigos. E mais! As opções são diversas, com quantidade de quartos, localização e área de lazer.

Outras opções de hospedagens

Você também pode optar por outras opções de hospedagens que não seja um hotel, hostel, pousada ou casa de temporada:

  • CouchSurfing: as pessoas cedem o sofá de sua casa para um viajante e também utiliza o sofá de outros ao viajar. É um serviço gratuito, onde é possível usar a plataforma que permite a troca de experiência e valores.
  • Permuta: embora pouco conhecida, é um jeito mais econômico de viajar sozinho. O viajante ganha a hospedagem e até outros serviços, como alimentação. Em troca, oferece a força “braçal”, ou seja, troca por algumas horas de serviço. Geralmente é preciso que o viajante passe mais de duas semanas por lá.
  • Resort: oferece estrutura completa para diversão, porém, é preciso abrir mão de estadias mais baratas. As categorias variam entre 4 e 5 estrelas, mas oferece atividade para o dia todo, sem precisar sair do estabelecimento. Geralmente, os resorts oferecem atividades recreativas, SPA, restaurantes, piscina, sauna, bar, entre outros.
  • Hotel fazenda: parecido com os resorts, que oferecem atividades ao ar livre, o hotel fazenda é mais acolhedor. O foco principal é proporcionar maior contato com cenários típicos de ambientes rurais. Além disso, a culinária é sempre caseira e até preparadas em fogão a lenha.

Conheça 10 piores experiências em hotéis relatadas por hóspedes reais.

Dicas extras

Independentemente da sua escolha, faça várias pesquisas antecipadamente e atente-se aos valores e serviços inclusos. Não se esqueça que uma boa noite de sono, refeição e banho são ideais para aproveitar bem o dia. E para que tudo sai dentro do esperado, contrate um seguro viagem e aproveite ao máximo sua viagem, sem preocupações.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.