Seguro viagem para pets: como funciona e vantagens

Ao viajar com seu animal de estimação, você pode garantir a tranquilidade e segurança com o seguro viagem para pets. Quer saber como funciona, vantagens e como contratar? Veja aqui! 

O Brasil é o terceiro país do mundo que mais tem bichos de estimação. A saber, o mercado pet brasileiro estima que existem mais de 130 milhões de animais no país.

E cada vez mais os donos ficam desesperados quando tem de viajar, levando ou não seu animal, com medo de que algo aconteça com ele. 

SIMULE SEU SEGURO VIAGEM COM 10 SEGURADORAS

Qual é o seu destino de viagem?

Solicitar

Então, foi de olho nesse vasto mercado que as seguradoras criaram planos de seguro viagem para os bichinhos de estimação. Estes tanto cobrem os animais que viajam com seus donos, como os que ficam com tutores quando os donos estão viajando. 

Além dos documentos oficiais que são necessários, o seguro viagem para pets passa a ser um item indispensável. Afinal, oferece cobertura para evitar imprevistos e se assegurar atendimento emergencial. Saiba mais! 

Como funciona o seguro viagem para pets?

Muitos planos já contam com o adicional de seguro viagem para pet. Assim o dono e seu animal estão assegurados em caso de emergências médicas ou acidentes. Mas, outros planos oferecem um desconto de mais de 50% para contratar a cobertura para o pet. 

O plano de seguro viagem para pets cobre doenças ou acidentes que o bicho possa sofrer durante a viagem. A saber, estas podem ser com os donos ou quando os donos estão viajando e o animal está com tutores. 

Então, o seguro agiliza o atendimento, encaminhando o animal para a clínica mais próxima. Assim, no caso de viagens nacionais, serão encaminhados para clínicas credenciadas com as seguradoras.  

Além disso, o valor máximo da cobertura pode variar, mas a mais comum é de até R$ 1500 em despesas veterinárias. Para viagens internacionais, o cliente paga o atendimento, sendo reembolsado posteriormente com o valor que consta na apólice. 

O plano pode incluir coberturas para: 

  • Consulta emergencial; 
  • Atendimento ambulatorial ou hospitalar; 
  • Medicamentos; 
  • Internações; 
  • Cirurgias emergenciais; 
  • Exames laboratoriais e de imagem; 
  • Transporte para uma clínica credenciada; 
  • Assistência funeral veterinária. 

Ainda assim, existem outros planos contam com cobertura para hospedagem do pet em ocasião da viagem do dono em hotéis especializados. 

Se você não vai levar o seu animal de estimação na viagem, anote essas dicas para segurança da casa e do pet!

Seguro viagem para pets: como funciona e vantagens

Imagem: https://www.instagram.com/westie_matilda/

Quais seguradoras oferecem o seguro viagem para pets?

A saber, existem muitas seguradoras que oferecem o seguro de viagem. Mas nem todas disponibilizam de proteção aos animais de estimação.

Portanto, ao contratar o seguro viagem, recomendamos verificar com a sua seguradora se ela também oferece proteção ao seu amigo pet. Afinal, a lista de proteção está sempre mudando, conforme a empresa e a necessidade do mercado.

Então, pode ser que você encontre aqui algumas seguradoras que oferecem o seguro viagem para animais, mas quando for contratar, já não esteja disponível. Assim também o contrário, ou seja, algumas empresas não ofereciam até a data do artigo, mas passaram a oferecer após.

Entre as seguradoras que oferecem seguro viagem para pets, estão: GTA e Coris (plano VIP)

GTA (Global Travel Assistance)

A GTA está entre as melhores seguradoras do mercado nacional. Desde 2019 ela passou a oferecer proteção para viagem de animais de estimação. 

Assim, disponibiliza das coberturas essenciais para garantir tranquilidade dos pets ao viajar com seus donos. Mas, também oferece cobertura para os animais que ficam em casa, enquanto os donos viajam. 

A saber, existem muitas clínicas credenciadas para atendimento emergencial sem custo. Além disso, caso o animal de estimação precise ser atendido em outra clínica, o dono pode solicitar o reembolso.  

Mas, é importante verificar as regras e tudo o que está estipulado em contrato para evitar surpresas. 

CORIS  

A CORIS oferece, no seu plano VIP, cobertura para o caso de despesas com o pet. Na sua lista de Condições Especiais, é possível ver mais detalhes. 

Assim sendo, a cobertura é válida por meio da contratação e pagamento do prêmio correspondente. Então, garante o reembolso dentro do valor contratado, para despesas com consultas e medicamentos veterinários. 

A saber, estes são cobertos em viagens em que o animal de estimação sofre um acidente ou tenha enfermidade súbita.  

Mas, é essencial consultar o contrato e tirar as dúvidas com o corretor de seguros para saber sobre detalhes da cobertura. Além disso, verifique a vigência e possíveis alterações no site da empresa. 

Dicas ao viajar com pets

1. Durante a viagem

Se for viajar de avião, fique atento às políticas de cada companhia aérea quanto a viajar com animais de estimação. Então, verifique se o pet pode viajar com você na cabine ou não, quais documentos você necessita, além do custo do transporte do animal.  

Além disso, se o animal for transportado na área de bagagens, existe um limite máximo de peso que varia entre as companhias aéreas. Mas, se for viajar de carro, transporte o animal na caixa apropriada.  

Além de evitar multas previstas no Código Brasileiro de Trânsito, evita distrações que podem causar acidentes. A saber, deixar o cão ou o gato viajar com a cabeça para fora da janela é outro perigo, pois pode deixar o animal impaciente, tendo vontade de pular.  

Ao mesmo tempo, o vento pode deixar os olhos sem lubrificação, correndo perigo de desenvolver uma infecção. Saiba que para cachorros existem outros acessórios de transporte permitidos por lei, além da caixa, principalmente para os de porte grande.

Veja dicas completas sobre como transportar animais de estimação em voos!

2. Faça ele se acostumar com a caixa transportadora

Com antecedência da viagem, faça o animal se acostumar com a caixa de transporte. Sirva a comida dentro da caixa, ofereça petiscos para criar uma experiência positiva.  

No dia da viagem, vale colocar os brinquedos e uma peça de roupa sua dentro da caixa, para que ele sinta seu cheiro e se acalme. Converse com o veterinário sobre medicamentos permitidos para acalmar o pet durante a viagem, além de se orientar sobre alimentação nestes casos. 

Para sua segurança, identifique tanto a caixa quanto o animal. Em viagens internacionais, existem destinos que podem pedir a microchipagem do animal para evitar problemas e controlar a entrada no país. Verifique as regras de cada país para viagem com animais de estimação.

Quer uma lista de lugares para praticar turismo com o pet? Conheça aqui! 

Então, agora você já sabe que pode contar com o seguro viagem para pets ao viajar com seu animal de estimação.

Andreia Silveira

Andreia Silveira é turismóloga e redatora e editora desde 2011. Iniciou os estudos em Turismo e Letras, USC/Bauru, graduada em Gestão de Turismo, Uninter, possui certificação como Gestora de Turismo pelo MTur e em Operação de Roteiros Turísticos e Monitoria de Atrativos Turísticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.