Motivos que podem anular o seu seguro viagem

Você sabia que existem motivos que podem anular a sua cobertura? Conheça aqui quais são.

Motivos que podem anular o seu seguro viagem

Fonte: guiapraviajar.com

Muitos viajantes não sabem, mas a apólice de seguro viagem pode valer menos do que você imagina, desde que você dê motivos para que isso aconteça, é claro. Conheça aqui os motivos que podem anular o seu seguro viagem e evite que isso aconteça com você, afinal, você não vai gostar de pagar uma conta do hospital no exterior, ter a bagagem perdida e ficar sem saber como agir nesse caso, perder voos ou mesmo ter o seu voo atrasado e ficar esperando no aeroporto horas, não é mesmo?

COTE SEU SEGURO VIAGEM COM 10 OPERADORAS

Qual é o seu destino de viagem?

Solicitar

Tudo isso faz da contratação do seguro viagem, um item indispensável para a programação da viagem. Portanto, não faça nada para que a sua cobertura seja cancelada no caso de precisar de auxílio ou qualquer sinistro.

  1. Estar bêbado

A maior parte das seguradoras são muito razoáveis em relação a esse ponto. Isso não quer dizer que você não possa se divertir bebendo durante as suas férias, mas é claro que se você passar dos limites, isso vai influenciar muito no seu desempenho e pode provocar sim um incidente. Nessa hora, não adianta querer reivindicar os seus direitos sobre a cobertura do seguro, pois a sua seguradora tem todo o direito de se recusar.

  1. Jogar fora os seus recibos de compras

Especialmente se você estiver comprando algo caro como, por exemplo, uma câmera. Isso porque se você solicitar uma reivindicação terá que provar que você é o dono de todos os itens que perdeu ou que foram danificados.

  1. Chegar atrasado ao aeroporto

Não adianta reclamar, as cláusulas são claras em relação a isso, mesmo porque se o transporte quebrar ou qualquer outra coisa acontecer e você chegar atrasado no aeroporto, não é culpa de ninguém além de você mesmo. Isso porque você não deixou tempo suficiente para chegar ao aeroporto, ou seja, significa que você saiu em “cima da hora” para viajar.

  1. Não informar condições médicas pré-existentes

Qualquer que seja o motivo pelo qual você toma remédio e faz tratamento precisa ser informado no ato da contratação do seguro viagem. Mesmo que seja uma condição médica que o levou a procurar atendimento específico nos últimos dois anos. Muitos viajantes acreditam que, por exemplo, a pressão arterial elevada é algo que não precisam declarar, mesmo que estejam fazendo uso habitual de qualquer medicação para mantê-la controlada.

Não informar qualquer problema de saúde é motivo suficiente para perder a cobertura do seu seguro. E se você tiver qualquer condição que se desenvolveu após a compra da apólice, você vai precisar entrar em contato com a seguradora para uma possível alteração.

  1. Não relatar incidentes para a polícia

Na maior parte das políticas das seguradoras, é preciso que você acione a polícia local no prazo de 24 horas do ocorrido e faça um relatório por escrito como sendo a sua reivindicação.

  1. Ignorar os conselhos da OMS ou FCO

Se a Organização Mundial de Saúde ou o Foreign & Commonwealth Office emitiu um aviso sobre determinado destino e você decidiu viajar assim mesmo ou não tomou as devidas providências (como vacinas indicadas), dentro do que foi aconselhado, isso poderá invalidar a sua cobertura.

  1. Não acionar primeiro o seguro em caso de emergência médica

Se você tem uma emergência médica e decide ir para o hospital sem acionar a sua seguradora, eles não têm obrigação de esperar que você tenha tempo. É preciso que você, ou alguém que esteja com você na viagem, acione imediatamente a seguradora para que eles fiquem cientes da situação e indiquem o melhor para você fazer. No caso de avaliarem não sendo uma emergência, a seguradora irá indicar o melhor caminho para você.

  1. Descuidar dos pertences

Se você tem um item roubado por deixá-lo desprotegido, como em um alojamento sem tranca ou solto em um local público, é pouco provável que você seja reembolsado.

  1. Briga

Se você se ferir em uma briga, independente da razão, você não terá direito a cobertura do seguro.

  1. Esportes de risco

Você decidiu participar de qualquer esporte de risco, mas não tem cobertura para isso dentro da cláusula “esportes e atividades”, então não tem como exigir atendimento médico em caso de se ferir.

  1. Não fazer check-in para voo adiado

Mesmo no caso de voo adiado, é preciso fazer o check-in para provar que você estava no aeroporto dentro do horário. É bem provável que a seguradora exija confirmação por escrita da companhia aérea.

Além de todas essas dicas, é importante fazer um seguro viagem com cobertura pelo tempo que você ficará no seu destino. E fique atento aos golpes mais comuns de viagem e saiba como evitá-los.

– Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.