Cote
aqui o seu
Seguro Viagem!

Cote aqui o seu Seguro Viagem!

Cote em 30 segundos e compare as melhores opções:

Vamos para onde?

Solicitar

Sobe alíquota do IOF para gastos no exterior

Atenção viajante, se você está com uma viagem planejada, pense bem antes de decidir de que forma você vai pagar suas compras lá fora. Saiba como fazer a viagem dos sonhos com pouco dinheiro.

É que o governo brasileiro anunciou no fim de dezembro do ano passado, dia 28, o aumento em 6,38% na alíquota do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) para gastos no exterior. A mudança foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

Como fica a incidência do imposto com a mudança?

O aumento incide exatamente nas várias formas que um turista pode pagar suas contas quando está fora do país: saques em moeda estrangeira no exterior, pagamento feito com cartão de débito, compras de cheques de viagem – o traveler check, e carregamento de cartões pré-pagos com moeda estrangeira. Para levar dinheiro em cash, alíquota permanece como antes, IOF de 0,38%.

O que significa na prática que, se você viajante, levar em dinheiro vivo o valor de $ 1.000 dólares, você paga de imposto $ 3,80 dólares. Caso você seja acostumado a usar seu cartão de débito, uma compra no mesmo valor com seu cartão, você pagará de imposto 68,80 dólares.

Os turistas foram pegos de surpresa com essa desagradável notícia, principalmente pela facilidade de usar cartões em viagens, muito mais prático do que levar grandes quantias em dinheiro vivo.

Lembre-se que não há limites de valor em dinheiro para ser levado para fora do país, mas para valores acima de R$ 10 mil reais, ou o equivalente em outra moeda, em espécie, você deve declarar à Receita Federal, através da Declaração Eletrônica de Bens de Viajante .

#PARTIU FÉRIAS? NÃO ESQUEÇA DO SEGURO VIAGEM

Qual é o seu destino de viagem?

Solicitar

A partir de agora, o turista deve avaliar que forma será mais válida e não trará tantos prejuízos na hora ver o que foi gasto no fim de uma viagem.

O Ministério da Fazenda afirmou que a medida visa igualar a tributação de mesmo valor nas compras com cartão de crédito internacional.

O governo espera arrecadar cerca de R$ 500 milhões de reais a mais em 2014 com essa mudança. Além de conter os gastos dos turistas brasileiros no exterior, a lógica é baseada na afirmação de que está indo mais dinheiro para fora do país do que para dentro, segundo o governo.

Variáveis que devem ser levadas em consideração quanto à escolha do viajante são a segurança, as outras taxas cobradas por outras instituições e a taxa de câmbio usada no dia da transação. Procure saber também o programa de pontuação do seu cartão e outras vantagens que podem ser oferecidas, para aliviar essa taxação de imposto sobre suas compras.

Como você costuma pagar suas compras no exterior?

Artigos relacionados:

Um Comentário

Georg Frey

Oi Roberta; estou indo a Praga, para uma pesquisa e gostaria de fazer contato com você. É possível me informar o seu e-mail?

Grato,

Georg

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.